Fonte: Yahoo Notícias
Um novo estudo, publicado no Journal of Health Psychology, analisou 60 alunos. A pontuação de metade deles acusou uma “grande necessidade de esforços cognitivos” (ou seja, eles precisavam pensar mais).

Todos os alunos usaram “rastreadores de atividade física” por uma semana.

Durante o fim de semana, todos os membros do grupo registraram quantidades equivalentes de atividade física. Já ao longo da semana, os rastreadores dos alunos com “maior atividade cognitiva” marcaram muito menos atividade física.

É claro que 60 alunos é uma amostragem muito pequena. Mas as conclusões do estudo sugerem que pessoas tendem a ser menos fisicamente ativas quando têm níveis mais elevados de uma característica chamada “necessidade de cognição”, ou “tendência a participar de esforços cognitivos”.

Em outras palavras, eles acham que os grandes pensadores tendem a ser menos ativos.

Então, se você tem uma mente ativa, mas não gosta muito de malhar, tudo bem – aparentemente isso é muito natural.

Contudo, é sempre bom lembrar que os exercícios físicos trazem inúmeros benefícios ao corpo e à mente. Não custa fazer um esforcinho, não é mesmo?

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!