“Retrato”, poema de Cecília Meireles com cenas do filme “Up”

Abaixo, trouxemos um dos poemas mais conhecidos de Cecília Meireles: “Retrato“. No poema, a poeta se olha em suas antigas fotos e tenta desvendar quando foi que a sua vividez, a sua alegria, quando a sua essência se perdeu, ao longo da vida.

No vídeo, o poema é declamado por Paulo Autran, cuja voz foi inserida em um trecho do filme “UP”.

Lindo demais!

Retrato

Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios,
nem o lábio amargo.

Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração
que nem se mostra.

Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
– Em que espelho ficou perdida
a minha face?

Cecília Meireles

COMPARTILHAR
Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!



COMENTÁRIOS