Relacionamentos – Idas e vindas!

Relacionar-se é uma arte que pode ser compreendida, aprendida, inspirada e aperfeiçoada. Muito do que percebemos no outro, é uma oportunidade de melhorarmos em nós mesmos. É uma grande lição rumo ao amadurecer, de sermos Seres Humanos melhores.

O relacionamento nos ensina o amor mais profundo. O amor a si mesmo, que é fundamental antes de amar ao outro. Sempre que saímos do nosso próprio amor, dando mais amor ao outro, corremos o grande risco de nos perdermos de nós mesmos, e quase sempre isso acontece.

Relacionamento afetivo é a oportunidade de viver paixões, despertar nosso gigante do coração e da alma, através de outros corações e alma. É assim que nos curamos, melhoramos e evoluímos.

Engana-se quem pensa que o outro fez isso ou aquilo.. “Me machucou, enganou ou fez sofrer”. Essa é a forma mais distante de olhar para si e conhecer quem de fato é e como é…dessa forma eu saio do compromisso comigo e responsabilizo o outro. Me afasto de mim mesmo(a) cada vez mais e sigo repetindo padrões inconscientes e me amando menos, me mino de energia boa, me encho de vazios e carências não supridas, e sigo apontando dedos, sem me dar conta de absolutamente nada e tendo o menor amor por mim, aceitando pouco, quando na verdade eu posso ter o muito mais!

Agora isso pode ser transformado!

Quer Amor de verdade na sua vida?

Primeiro eu te convido a pensar sobre você..
✅O que você faz por amor a você?
✅Qual importância o outro te mostrou neste relacionamento positivamente?
✅O que você pode melhorar em você através desse aprendizado?
✅E se não foi bom, porque agarrar-se a esse sentimento?
✅Se foi bom, porque insistir em machucar-se nas más lembranças?
Deixar dói, porem também é amar. Negar a partida é egoísmo de querer algo para si, enquanto a outra parte já não está lá, e isso é mesmo amor? Amor solitário não é amor, é EGO!
✅Agarrar-se a esse sentimento negativo traz quais benefícios na sua vida?
✳️Acredite que o amor deu certo enquanto durou, tire lições positivas deste relacionamento, porém se não foi adiante, acabou. FIM, não foi AMOR permanente, foi passageiro. Dispense as malas e peso extra do passageiro nesta viagem.

O amor quando saudável e verdadeiro toca a canção fluida do dar e o receber. Ele simplesmente segue na perfeição e imperfeição, se ajeita e se transforma. É Divino!

Amor é bom, constrói e alimenta, cuida, traz benefícios incríveis nas nossas vidas, além de seguirem no compromisso de juntos transformarem em mais amor à vida e lar, viajarem nesta história fazendo de cada conto e sonho uma realidade eterna ou duradoura num espaço chamado “nosso”.

E por fim, seja feliz caminhando melhor por você através do outro. Numa próxima relação você poderá ser ainda melhor e ter algo melhor. Deus não tira, Ele livra e liberta.

Daniella Stella: Master Coaching espiritual

COMPARTILHAR
Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!



COMENTÁRIOS