O Congresso devia ser virtual, como o Facebook

Por um lado, me vem a cabeça que talvez a verdadeira alienação seja a gente acompanhar de perto os fatos políticos. Não é a primeira vez que houve processo de Impedimento no País, e nem por isso as coisas melhoraram. Mas sim, antes que me joguem pedras, sou a favor de impeachment, assim como sou a favor de toda cassação que for possível e impossível de se aplicar, seja com quem for.

O congresso devia ser virtual, como o facebook.

As pessoas aqui não cospem umas nas outras, tão somente por que ainda não existe essa possibilidade on line. E se alguém homenageia um torturador, a gente simplesmente excluiria tão lamentável publicação.

Me desculpem. Eu aceito todos, mas, não tem como eu ter um lado. Não que eu não tenha posicionamento político, por que o que eu tenho, é bem claro: não acredito na classe política. não apenas no que concerne a ética e moralidade. Não acredito na capacidade da classe política em resolver problemas cruciais.

Os problemas cruciais para mim, sempre foram resolvidos por grupos de liderança que tinham como norte o seu interesse natural por desenvolvimento.

Disseram para o Bil Gates que computador pessoal era uma perda de tempo, não era comercial, não renderia dinheiro. Bil Gates se tornou bilionário. Henry Ford revolucionou a indústria, talvez tenha sido o maior gerador de empregos da história.

Mahatma Gandhi conquistou a independência da Índia sem dar um tiro, sem glorificar torturadores e sem cuspir em ninguém. Não era um político.

Todos esses e muito mais, tinham uma característica em comum: acreditavam nos seus sonhos, não tentaram mudar situações através da Política, mas antes sim, caminharam avante sem nenhum olhar realista.

Eles se guiaram por sua visão, por que se levassem em conta a realidade, e se esperassem por apoio de políticos, ainda estaríamos andando em carroças, não teríamos computadores pessoais e a Inglaterra ainda estaria governando a Índia.

Mas…sigamos em frente com nosso novo ópio: a Política…

Antonio Jacques. Praticante de meditação, Trabalha com Cálculos Periciais Contábeis, Estudante de Marketing Digital, acredita na Comunicação como agente de mudança.

COMPARTILHAR
Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!



COMENTÁRIOS