Nunca é tarde para recomeçar

Alguns dizem que mudanças são difíceis. Eu digo que mudanças são diferentes. E tudo que é diferente, realmente, assusta um pouco. Mudar hábitos mentais que cultivamos durante 30, 40, 50 anos é delicado e demanda muita coragem, perseverança e tempo. Parece cansativo só de falar, não é? E confesso: às vezes cansa mesmo. E temos recaídas. Porém, com o tempo, a cada recaída nos levantamos mais rápido, nos tornamos mais fortes, e vemos que é possível recomeçar.

Quando descobrimos que estamos girando em círculos, como por exemplo em relacionamentos amorosos com pessoas parecidas e finais parecidos; amizades nocivas, mas que você mantém por perto pra não se sentir sozinho; a dificuldade de dizer não, e, ao fim, fazendo favores ou coisas que não gostaria de fazer; atitudes impulsivas das quais sempre se arrepende depois, mas que continua fazendo e se arrependendo sem parar… O “estalo” já foi dado: a consciência.

Qual a primeira atitude a tomar para recomeçar? Não existe uma fórmula mágica. Posso dizer como foi pra mim. Após mais de 25 anos de atitudes repetitivas, comecei a me analisar. Questionar porque meus relacionamentos terminavam sempre da mesma forma, porque eu queria ser a melhor em tudo, porque sempre estava envolvida em alguma confusão.

Lembrei de um livro que ganhei de uma amiga na época da faculdade. Falava sobre técnicas de respiração da ioga. Era o jeito dela de me dizer que eu precisava de mais tempo pra mim e ser mais calma. Mas, naquela época, eu não tinha maturidade para entender.

Meus passos para recomeçar

Já consciente de que as coisas precisavam mudar, me veio essa lembrança. Dentre tantas outras, o universo começou a abrir as portas. Conheci pessoas que não tinham medo de me dizer a verdade, de serem sinceras comigo. E ao invés de ficar agressiva, passei a ouvi-las. Sabe quando parece que você está ouvindo sua própria consciência? Eu me sentia assim. Esses sim são amigos de verdade.

Comecei a me cercar das pessoas certas. Se você quer se tornar espiritualmente mais forte, por exemplo, você deve se conectar com pessoas espiritualmente mais fortes. E isso não é questão de superioridade, não me entenda mal. Não existe ninguém superior a ninguém. Neste caso, em específico, uma pessoa que trabalha a espiritualidade há mais tempo que você, neste aspecto poderá te ensinar mais sobre o tema. Mas se você quer ser mais espiritualizada e se cercar de pessoas que não têm este lado trabalhado, o percurso será bem mais longo. Escolhi a primeira opção.

Comecei a praticar ioga e descobri que a prática não é somente para o corpo, como se tem divulgado muito erroneamente pela mídia. A ioga é uma prática milenar utilizada, principalmente, para equilibrar o corpo e a mente. E, consequentemente, ajuda a conquistar a paz interior, equilíbrio emocional, harmonia com as pessoas e a natureza. E até meu sono foi afetado positivamente com isso. Minha vida começou a mudar.

Comecei a ler muitos livros sobre o Budismo, pensamentos de Osho e de outros grandes pensadores. E vi que nada acontecia por acaso. Tudo tem uma raiz.

O poder da psicologia para recomeçar

Tive que lidar com um dos maiores tabus da minha vida: a psicologia. Sempre que vemos nos filmes, os psicólogos são aquelas pessoas sentadas em uma grande poltrona, o paciente deitado em um divã falando sozinho por 50 minutos em um tratamento que dura 10, 15 anos e muita vezes sem resultado nenhum. Sabia que precisava trabalhar meus bloqueios, as raízes dos problemas, mas não queria ser a pessoa que falava sozinha no divã por anos.

E mais uma vez o universo conspirou e colocou em minha vida uma psicóloga muito especial. Ela me mostrou que existem diversas formas de terapia e encontramos uma que se adequou perfeitamente às minhas necessidades. Aos poucos, portas fechadas dentro de mim há muito tempo se abriram e eu não tive medo, entrei, cuidei do que tinha que cuidar e segui em frente. É um trabalho contínuo. Mas cada lágrima, cada lembrança, tem valido a pena e me ajudado a quebrar ciclos.

Pensamentos que estavam tão enraizados que me faziam agir da mesma maneira repetidas vezes. Mentiras que foram repetidas pra mim tantas vezes que estavam dentro de mim como verdade. E me faziam repetir e repetir atos tentando provar, já para mim mesma e não para quem dizia as palavras, que eu era capaz, que eu era diferente. E quando você entende isso, é libertador. Você não precisa provar mais nada.

Estou no trabalho diário para ser uma mulher melhor

Mais humana, mais justa, mais equilibrada, mais espiritualizada. Estou me amando mais e mais a cada dia. Aprendi a dizer não, e isso é libertador. Não tomo mais os problemas dos outros para mim. Isso não significa que me tornei fria, pelo contrário, estou mais humana. Comigo mesma. E assim as pessoas percebem que não podem mais tirar proveito de mim, então não tentam mais descarregar seus problemas em mim.

Pessoas dependem de pessoas e, estando interligadas, estão de acordo com o universo. Estando de acordo com o universo, com a natureza, você tem paz e amor e emana isso para quem está em volta. E ninguém pode machucar ferir, destruir alguém que está fortalecido por dentro. Tudo vem de dentro.

Então, seja lá qual for o caminho que você escolher para acabar com o sofrimento, a solidão, a tristeza, os ciclos… dedique-se de coração e não desista. É possível recomeçar e o resultado vale a pena. Você será livre!

TEXTO DEKassia Luana
FONTEA mente é maravilhosa
COMPARTILHAR
Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!



COMENTÁRIOS