Por Nara Rúbia Ribeiro

Ana Clara, escuta só…
Quero saber se no céu tem bonecas de pano,
se tem borboletas,
se tem palhaços que gargalham muito,
gente soltando pipa pelas ruas,
mães a brincar de esconde-esconde com os filhos…

Quero saber se aí faz calor
e se tem sorvete de morango.

Esquece, Ana Clara..
Esquece qualquer coisa feia.
Esquece a dor de ver-se frágil, indefesa e pequenina infante
ante as garras desumanas
deste mundo tão hostil.

No céu cantam cantigas de roda, Ana Clara?
Aqui, toda música é sem som
e o sol em nós adormeceu…

Canta, Clara…
E que a sua voz enterneça
a madrugada sombria deste dia…

Nara Rúbia Ribeiro

Ana Clara (7 anos) desapareceu na sexta-feira, em Goiânia – GO, após ter saído de sua casa para ir à casa vizinha. O corpo foi encontrado hoje, nas proximidades da residência da menina. Para mais informações Jornal Opção.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!


COMENTÁRIOS