Sem reeducar nosso cérebro fica muito difícil eliminar os excessos que carregamos. Podemos até emagrecer fazendo uso de uma das milhares dietas, até tidas como milagrosas, porém elas não garantem a permanência no peso alcançado. Por que não? Porque elas atacam os sintomas e não as causas.

Veja um exemplo que levou uma jovem a estar com sobrepeso: “Meu namorado era muito ciumento porque onde passava as pessoas me olhavam, pois tinha um corpo lindo. Então decidi engordar para ver se, atraindo menos os olhares, ele diminuiria seu ciúme”.

Uma pessoa se obriga a agredir-se na sua autoestima para agradar o companheiro doente! Isto acontece muito. Tanto que o primeiro trabalho a ser desenvolvido no coaching ou na terapia para o emagrecimento é recuperar a autoestima.

As pessoas andam demais preocupadas com o exterior do corpo, quando o que engorda é a mente. O cérebro é a chave para se ter o rosto, os seios, a barriga, a bunda e o abdômen que sempre se desejou; é a disfunção cerebral que arruína nosso corpo.

Como afirma o Dr. Daniel G. Amen: “O cérebro é o centro de comando e controle de seu corpo. Se você deseja ter um corpo melhor, o primeiro lugar por onde SEMPRE se deve começar é por ter um bom cérebro”.

A parapsicologia direciona seu foco no subconsciente, onde estão as programações que influenciam decisivamente sobre nossa vida. Essas programações foram estabelecidas desde a gestação, na infância, adolescência e também na fase adulta. Vejam algumas, relacionadas à obesidade:

– Qual é a criança fofinha, bonitinha? A gordinha.

– O bebê chorou, lá vai a mãe dar de mamar. Nem todo choro é fome. Logo, a criança acha que todo problema se resolve comendo.

– A adolescente obesa emagrece para entrar na “concorrência”, pois os rapazes preferem as de corpo “modelo”. Casa, e engorda.

– Ou a adolescente não está segura quanto sua sexualidade e não sabe trabalhar as “cantadas”, engorda como forma de proteção.

Essa lista é longa. Portanto para emagrecer é preciso trabalhar o tripé: alimentação, corpo e mente. O foco deve ser a saúde da mente e do corpo. Nas palestras, nos grupos de terapia ou nos atendimentos individuais, o foco é sempre a saúde do corpo e não o emagrecimento. As pessoas precisam aprender a comer saudável, fazer exercícios físicos, te rum sono de qualidade, beber pelo menos dois litros de água em vista da saúde do corpo e não para o emagrecimento. Emagrecer é resultado do cuidado com a saúde e será um emagrecimento mais lento, mais educativo e para a vida.

COMPARTILHAR
Josué Ghizoni
Parapsicólogo Clínico formado pelo IPAPPI de Curitiba; Pós-graduado em Parapsicologia pela Faculdade Vicentina (FAVI); Master em hipnose; Master em PNL (Programação Neurolinguística); Educador Financeiro; Formado em Filosofia pela PUC de Curitiba; Formado em teologia, com mestrado em Teologia Espiritual pela Gregoriana de Roma. Palestrante nas áreas de educação financeira, parapsicologia, motivação, autoestima, autoconfiança, autoconhecimento. e-mail: [email protected] face: [email protected] página: www.facebook.com/ghizonireorientacaohumana Telefone e whats: (41) 9702-6725

COMENTÁRIOS