Mia Couto fala de uma “interdição sagrada” aos moçambicanos

Mia Couto, escritor moçambicano, discorre sobre a sua vida, a sua ligação com a história de Moçambique e sobre o papel da literatura na revisitação do passado.

Fala que no passado há uma “caixa de demônios” que não devem ser acordados e que a literatura deve conviver com isso. No mais, aponta uma interdição sagrada aos moçambicanos.

São lidos, ainda, trechos de livros e poemas do escritor.

Vamos ao vídeo?!

COMPARTILHAR
Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!



COMENTÁRIOS