“Faça uma lista dos sonhos que tinha. Quantos você desistiu de sonhar?”

MARCO AFONSO

Junto às festividades de fim de ano que marcam, simbolicamente, o encerramento de mais um ciclo e o início de outro, para além do tempo que dedicamos aos familiares e amigos é importante que reservemos a nós mesmos um momento para a reflexão.

Compreender, avaliando em retrospectiva, aquilo fomos, aquilo que somos e os porquês de termos nos transformado pode ser de maior utilidade que as promessas que costumamos fazer no reveillon, em se tratando de fazermos com que o ano seguinte seja mais harmonioso, alegre e frutífero. Para tanto, nada mais inspirador que a música A Lista, de Oswaldo Montenegro:

A Lista

Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais

Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar…

Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria
Quantos amigos você jogou fora?

Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber?

Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?

Quantas canções que você não cantava
Hoje assovia pra sobreviver?
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?

COMPARTILHAR
Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!



COMENTÁRIOS