“Já invejei os pássaros”, por Thiago Mendes

Eu já invejei os pássaros. Eles vão a Damasco e a Jerusalém no mesmo dia. Estão livres, podem descansar no rio Nilo e depois voam sobre as rochas do monte Sinai.

Eles podem dizer orgulhosos: “O mundo inteiro é nosso e não precisamos nos comprometer com lugar algum”. E eu também já invejei as árvores. Elas fixaram suas raízes e disseram a si mesmas: “Nós não precisamos conhecer o mundo para sermos felizes. Estamos bem aqui no lugar onde estamos. alimentar passarinho

Cresceremos, faremos sombra aos viajantes cansados, bailaremos a melodia do vento e brincaremos com as crianças que vierem até nós em busca de frutos no outono”.

Bem, enquanto os pássaros voam e as árvores aguardam ansiosas ao fim do inverno, vou ficando por aqui: livre como aqueles que passeiam pelos céus e fixamente comprometido – como aquelas que amam o chão onde nasceram.
Thiago Mendes

COMPARTILHAR
Thiago Mendes
Autor do sucesso adolescente "As coisas que a vida esqueceu de me ensinar" e um dos escritores mais queridos pelo público jovem brasileiro.



COMENTÁRIOS