Mario Sergio Cortella, nascido em Londrina/PR em 05/03/1954, filósofo e escritor, com Mestrado e Doutorado em Educação, professor-titular da PUC-SP, na qual atuou por 35 anos.

É autor de diversos livros nas áreas de educação, filosofia, teologia e motivação e carreira.

Quando se busca o descanso, é que aparece o aborrecimento. Como dizia o poeta Mário Quintana, ‘no céu é sempre domingo, e a gente não tem outra coisa a fazer senão ouvir os chatos. E lá ainda é pior do que aqui, pois se trata dos chatos de todas as épocas do mundo’. É o que comenta Mario Sergio Cortella.

Facebook:Filosofia é  Acesse o canal:Filosofia é

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Provocações Filosóficas
Filosofia, conhecimento e questionamento. A mente como uma obra de arte.


COMENTÁRIOS