7 sinais que seu relacionamento está em apuros

No início tudo são flores, diz a sabedoria popular – e isso é quase sempre verdade, quando o assunto é relacionamentos. Quando as pessoas se apaixonam, entram num estado de frenesi, como se alguém tivesse lhes dado para tomar alguma “pílula da felicidade”. Tudo é então novo, incitante e interessante e, mesmo certas facetas da personalidade do outro ou comportamentos que normalmente desagradariam ao apaixonado, não são percebidos ou são tolerados em nome do bem do relacionamento. Com o tempo e de forma gradativa, esse “encantamento” inicial perde sua força e os casais começam a enfrentar problemas dentro da relação. As falhas, que antes eram ignoradas, agora podem se tornar motivos de brigas cada vez mais desgastantes e pode ocorrer o distanciamento emocional de um ou de ambos os parceiros, que se não cuidado a tempo, muita vezes leva a ruptura.
Apesar disso, todos os relacionamentos que se estendem por um período de tempo considerável possuem altos e baixos, sem que isso signifique que as dificuldades encontradas na convivência possam está sinalizando o fim da relação, isso vai depender em muito do crescimento de cada um dos envolvidos na relação, de sua capacidade para adaptar-se às necessidades do parceiro e ao nível de tolerância de cada um ao lidar com as adversidades. O problema existe quando o casal não consegue lidar com essas questões e o nível de insatisfação no relacionamento ultrapassa o limite de felicidade esperada.
Aqui estão alguns dos sinais que podem indicar se sua relação está caminhando para o fim:

#1 – CRÍTICAS
Não se trata aqui daquelas críticas feitas uma vez ou outra, sem cinismo e com o desejo de corrigir em seu parceiro uma falha evidente. Falo daquela mania de criticar tudo que o outro faz: a forma como ele dirige, se veste, come, fala ou até mesmo como respira. Aquela sensação incômoda de que tudo no parceiro irrita, pode ser um sinal de que sua relação está numa espiral descendente. Note que criticar é bem diferente de se queixar, pois a queixa é uma forma de você revelar ao seu parceiro a sua insatisfação diante desse ou daquele aspecto da relação, seja a respeito da maneira que ele se comporta ou que ele te trata. Já a crítica é mais prejudicial, pois na maioria das vezes não tem a intenção de corrigir o outro e sim diminuí-lo, fazendo com que ele se sinta inferiorizado. A crítica nesse caso é um ataque ao caráter da pessoa, e gera ressentimentos que podem levar a pessoa a decidir afastar-se.

#2 -DECONFIANÇA

Quando seu parceiro chega em casa mais tarde e esquece de te ligar, você automaticamente acredita que ele esteja te traindo ou até mesmo que ele não te ama mais? Nesse caso pode haver falta de diálogo dentro da sua relação, o que poderia, em última análise, levar ao fracasso do relacionamento. O grande problema nesses casos é que você não sabe a verdade – mas se posiciona como se soubesse – e reage a isso institivamente, pois está interpretando a conduta do outro se baseando apenas em seus receios. Quando seu parceiro chegar em casa é provável que você o trate de forma fria, pois acreditará que ele te ofendeu, quando na verdade pode ser que ela ou ele estivesse apenas preso no trânsito.Nesse caso, suas desconfianças podem não apenas fazer com que você faça papel de bobo, elas podem levar sua relação ao desastre.

#3 – DISCUSSÕES NEGATIVAS

Se, entre você e seu parceiro, tornam-se frequentes declarações do tipo “eu não gosto que você esteja sempre atrasado”, pode indicar que sua relação não caminha sobre um terreno sólido. Esse tipo de abordagem negativa – que nada mais é do que uma crítica – não abre espaço para o diálogo e sempre leva a uma discussão. Quando a conversa se inicia com uma afirmação negativa, cria-se tensão e mal-estar, e o resultado é sempre desfavorável. Aquele que acusa sempre reafirmará seu ponto de vista, algumas vezes injusto ou intransigente, e o parceiro apontado da culpa dificilmente aceitará de forma passiva essa situação. Nasce uma discussão acirrada onde não haverá vencedores, pois o risco de que ambos saiam feridos não é apenas possível, mas muito provável. Se suas discussões com seu parceiro sempre iniciam de forma negativa e com acusações, as chances de que logo vocês venham a romper devem ser levadas em consideração.

#4 – DESPREZO CRÔNICO

Quando em uma relação, um dos parceiros – ou ambos – passa a tratar o outro de maneira desrespeitosa, ridicularizando, dirigindo-lhe palavras ofensivas, falando com sarcasmo ou revirando os olhos durante um conflito, podemos afirmar que essa relação não é saudável. Se isso está acontecendo em seu relacionamento, representa uma grande bandeira vermelha. Geralmente o ressentimento está na raiz desse comportamento, gerado em decorrência de feridas passadas, como a infidelidade, por exemplo. No entanto, nem sempre as causas são identificáveis e podem significar apenas que um parceiro está cansado do outro.

#5 – PARAR DE FAZER AS COISAS QUE GOSTA

Talvez no início do seu relacionamento você se sentisse livre para praticar sua corrida matinal, sair com outras pessoas ou frequentar seus lugares preferidos, porém ultimamente tenha deixado de fazer essas e tantas outras coisas que te davam prazer, por causa das queixas constantes de seu parceiro ou para não despertar o ciúme dele. Saiba que não é uma atitude normal e, ao abrir mão das coisas que gosta, você apenas está alimentando o desejo de poder e controle que seu parceiro tem sobre você. Esse tipo de desejo em dominar, se não for controlado, pode facilmente destruir o vínculo afetivo entre duas pessoas. Em um relacionamento saudável as individualidades são respeitadas e, apesar de partilharem muitas coisas juntos, um tem inteira liberdade para fazer aquilo que mais ama, sem a interferência ou controle do outro. Se você percebe que sua vida está se estreitando e que suas prioridades sempre precisam passar pelo crivo da opinião do seu parceiro, então é sinal de que sua relação possivelmente esteja caminhando para um desastre.

#6 – ESTÁ SEMPRE NA DEFENSIVA

Todos os especialistas em relacionamentos apontam o diálogo como um dos itens mais importantes para o bom desenvolvimento de uma relação. Não é para menos: se você nãoconsegue comunicar ao outro o que pensa e sente ou se ele não consegue comunicar a vocêseus anseios e sentimentos, não haverá entre vocês entendimento. O fato de você ou seu parceiro escolher uma posição defensiva poderá impedir que haja entre vocês uma comunicação eficaz, levando por fim a morte do relacionamento. Você está na defensiva, quando sente como se sempre tivesse que se defender em uma discussão com seu parceiro, ou sente que ele está sempre no ataque, mesmo quando você não está sendo crítica. Muitas vezes isso acontece por causa de uma disposição natural a se defender ou pela incapacidade de um ou de outro em lidar com as críticas. Algumas pessoas são muito sensíveis à natureza da rejeição e encaram as críticas como uma espécie de menosprezo, reagindo a elas com raiva. Se você ou seu parceiro estão sempre na defensiva, as chances de que breve o relacionamento entre vocês chegue a um fim são grandes.

#7 – FALTA DE ARGUMENTOS

Conflito em qualquer relacionamento é natural. Porém, quando discussões exaltadas se tornam cada vez mais frequentes, incluindo gritos, xingamentos e acusações, é um sinal de que seu relacionamento pode está perto do fim. Aquele que usa desses meios para se posicionar em uma discussão, não possui mais nenhum argumento e age dessa forma exatamente porque sabe que o diálogo se tornou impossível. Até mesmo dentro de relacionamentos em que os envolvidos estão felizes, pode acontecer de um ou outro levantar a voz ou se exaltar durante uma discussão, porém, quando isso acontece, logo eles percebem o erro e rapidamente assumem novamente o controle da situação. No entanto, se essa capacidade de autocontrole já não existe, um relacionamento se torna insustentável e a convivência passa a ser um tormento.

Welton Rodrigues da Silva é funcionário público e desensolve um trabalho no auxílio de pessoas com dificuldades em seus relacionamentos.

Gostou do texto? Então conheça o blog Do amor e outras mentiras.

COMPARTILHAR
Welton Rodrigues da Silva
É escritor, funcionário público e se dedica, com carinho, a auxiliar pessoas em dificuldades em seus relacionamentos.



COMENTÁRIOS