Cuidado ao pedir amor em sua vida: ELE VEM!

Cuidado ao pedir amor em sua vida.

Ele vem.

Vai curar todos os seus desalinhamentos.

Vai colocar você em contato com uma sensação de realização e plenitude que você jamais imaginou possível.

Mas logo que ele chegar, SE você o deixar entrar em sua vida, vai causar um transtorno absurdo a começar pelos seus valores.

Você viverá um tremor existencial constante.

Uma parte DE você vai querer aquilo mais do que tudo e… outra parte EM você vai querer aquilo bem longe de você.
Dois vetores: o de vida e o de morte… simultaneamente.

O amor desestrutura todos os nossos alicerces artificiais.

Aí você verá o quanto está comprometido com essa artificialidade e o quanto você está despreparado para o amor, que é a nossa natureza.

Você passará um tempo em meio a um terremoto interior. Sentirá cada placa e sub-placa do terreno formado pelos seus conceitos em permanente re-acomodação.

No começo você pensará que isso vai passar e que um dia a estabilidade voltará. É engano, viu?

Quando decidimos pelo amor, decidimos aceitar mudanças constantes sobre as quais o nosso ego não tem o menor controle.

O ego dá adeus ao controle e o Ser assume a direção. (MEDITAÇÃO)

O amor é lindo para a nossa saúde!

Para o nosso ego medroso ele é imprevisível, inconstante, incontrolável, desestruturante, apavorante, inebriante, intrigante, desconcertante, palpitante, decepcionante, perturbador, etc.

Resta não nos identificarmos com os desconfortos trazidos pelo amor. São desconfortos que afetam apenas a parte “viciada em controle” dos nossos egos.

O amor é a nossa maior identidade. É o que nós somos.

Cuidado ao pedir amor em sua vida.

Porque ele vem!!!

Muita gente se surpreende não tendo coragem para vivê-lo e, direta ou indiretamente, acaba pedindo, delicadamente que ele se retire.

Se aceitá-lo, você correrá o aterrador “risco” de se tornar uma pessoa realizada a despeito de todo o imenso container de detritos morais e emocionais que terá que jogar no lixo para vivê-lo em sua plenitude.
Foco no afeto!”

Arly Cravo

Quer assistir a uma palestra GRATUITA com o autor do texto? Basta se inscrever clicando no link abaixo:
vivendo relacionamentos

 

COMPARTILHAR
Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!



COMENTÁRIOS